(92)4009-7100

(11)3377-7555

(91)3255-7105


(81)3378-2243

LiveZilla Live Help

Ranking da CNT aponta os dez piores trechos de rodovias no país
Enviar por e-mail Compartilhar Imprimir



São Paulo – No ranking das dez piores ligações rodoviárias do País, boa parte das estradas está situada em regiões agrícolas, dificultando o escoamento das safras e o trânsito da produção.

O levantamento consta na 21ª Pesquisa CNT de Rodovias, feito pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) em parceria com o Sest/Senat. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 26, no site da CNT.

Para esta edição, referente ao ano de 2017, foram percorridos 105.814 km de estradas, representando um aumento de 2,5% em relação à extensão pesquisada no ano anterior, sendo que o País tem 212.866 km de rodovias pavimentadas, contrapondo-se a 1,365 milhão de km de rodovias não pavimentadas, conforme o Sistema Nacional de Viação (SNV).

Três variáveis foram levadas em conta: pavimento, sinalização e geometria da via. “Enquanto as 10 melhores ligações rodoviárias estão localizadas no Estado de São Paulo e são concessionárias, as 10 piores estão sob gestão pública e localizam-se, na sua maioria, no Norte e no Nordeste”, diz a nota da CNT.

Veja o ranking abaixo das dez piores ligações rodoviárias no Brasil:

1. Trecho entre Natividade (TO) e Barreiras (BA): BA-460, BA-460/BR-242, TO-040 e TO-280 – a classificação geral da ligação rodoviária foi “péssimo”.

2. Trecho entre Marabá (PA) e Dom Eliseu (PA): BR-222 – a ligação recebeu classificação geral “ruim”.

3. Trecho entre Jataí (GO) e Piranhas (GO): BR-158 – trecho com classificação “ruim”.

4. Trecho entre Marabá (PA) e Wanderlândia (TO): BR-153, BR-230 e PA-153/BR-153 – classificação geral “ruim”.

5. Trecho entre Rio Verde (GO) e Iporá (GO): GO-174 – trecho considerado “ruim”.

6. Trecho entre Belém (PA) e Guaraí (TO): BR-222, PA-150, PA-151, PA-252, PA-287,PA-447, PA-475, PA-483 E TO-336 – classificação geral “ruim”.

7. Trecho entre Teresina (PI) e Barreiras (BA): BR-020, BR-135, BR-235, BR-343, PI-140,PI-141/BR-324 e PI-361 – classificação geral “ruim”.

8. Trecho entre Barracão (PR) e Cascavel (PR): BR-163, PR-163/BR-163, PR-182/BR-163 e PR-582/BR-163 – classificação geral “regular”.

9. Trecho entre Brasília (DF) e Palmas (TO): BR-010, DF-345/BR-010, GO-118, GO-118/BR-010, TO-010, TO-050, TO-050/BR-010 e TO-342 – classificação considerada “regular”.

10. Trecho entre Florianópolis (SC) e Lages (SC): BR-282 – classificação geral “regular”.


Comentários
Não há comentarios ou sob avaliação
Enviar Comentário




« Voltar